O cloro 2018-06-18T10:40:59+00:00

O que não vemos na água que bebemos?

 

A água que bebemos da torneira é segura e potável para a nossa saúde

Em Portugal a água para consumo humano é considerada de “excelente qualidade”, segundo um relatório com base de 50 fiscalizações em 2016. Nas 400 mil análises realizadas, os parâmetros que mais evidenciam algum incumprimento são a nível de PH e microbiológicos, contudo Portugal  “mantém o nível de excelência com o indicador de água segura na ordem dos 99%, podendo garantir-se à população que pode beber água da torneira com confiança”, assegura a ERSAR.

No norte e centro “ainda persistem alguns problemas pontuais de qualidade da água, geralmente em pequenas zonas de abastecimento”, continua a referir a ERSAR.

O cloro é usado para manter a nossa água livre de germes e patogénicos da água e faz um óptimo trabalho, inclusive não seria possível termos uma água de qualidade se não fosse a utilização do mesmo. O cloro é adicionado na água tratada no estágio final :

  • Desinfeção final | Para assegurar que não se desenvolvem micro-organismos é adicionado cloro, mantendo-se um teor residual que garanta a qualidade da água ao longo da rede de transporte e distribuição até à torneira do cliente

É necessário termos água clorada pela nossa segurança e qualidade de água, caso contrário diversas doenças poderiam ser facilmente espalhadas pela água e a água poderia ser contaminada durante o seu trajeto desde a estação de tratamento até a nossa casa, devemos contudo consumir este produto diariamente?

 

De acordo com U.S Council of Environmental Quality, uma pessoa que consome água com cloro tem até 93% a mais de chance de desenvolver algum tipo de cancro comparado com uma pessoa que não consome água com cloro.

Porque o cloro é adicionado na água?

Historicamente, o cloro foi introduzido no abastecimento de água devido à sua capacidade de reduzir os surtos de doenças espalhados pela água, ou seja, era mais fácil e barato para as cidades purificarem a água e manter os seus moradores salvos de qualquer contaminação. Cólera, disenteria, febre tifóide são doenças que foram controladas devido à adição do cloro na água em pequenas quantidades – É portanto muito benéfico para a nossa sociedade, mas existem riscos de consumirmos diariamente o cloro?

Quais são os efeitos do cloro para si e sua família?

O cloro quando misturado com matéria orgânica, normalmente encontrada na água, produz um subproduto chamado Trihalometanos (THMs). Este subproduto produz radicais livres no nosso corpo, prejudicando as nossas células além de ser altamente cancerígeno ainda que em pouca quantidade.

De acordo com pesquisas publicadas em Environmental Health Perspectives, o subproduto do cloro é associado com o aumento do risco de cancro na bexiga e recto. Outro estudo mostra que beber água com cloro durante muitos anos, aparentemente aumenta o risco de ter cancro gastrointestinal entre 50-100%. Em 2008 foi realizado um estudo em Taiwan com aproximadamente 400,000 crianças e foi descoberto que beber água com cloro durante a gravidez pode aumentar o risco da criança nascer com problemas de coração ou defeitos no cérebro.

O cloro tem um papel fundamental em nos proteger de agente patogénicos prejudiciais, contudo, se não for filtrado pode produzir danos reais na nossa saúde.

Tenha um filtro de água em sua casa
Descubra os benefícios:

SAIBA MAIS